Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Golpe Radical: Office 2010 Português

por Fábio Domingos, em 10.08.10

Foi hoje lançada a versão portuguesa da suite de produtividade da Microsoft, o Office.

Quem for estudante universitário e quiser adquirir a versão Professional Academic por apenas 68 euros, deverá ir ao site www.golperadical.com, e aí poderá então fazer a compra.

 

Sem dúvida mais uma grande promoção por parte da Microsoft.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33


Crossover Free

por fd, em 28.10.08
Os interessados em ter o conhecidissimo conjunto de aplicações que permite correr programas originalmente desenhados para Windows em sistemas operativos Mac OS X ou Linux de forma totalmente gratuita, podem obter a versão PRO durante o dia de hoje neste site: http://www.codeweavers.com .

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:11


Google Chrome : Impressões

por fd, em 17.09.08
A gigante Google, decidiu criar o seu próprio browser, para isso recorreu ao motor "WebKit", também usado pelo browser da Apple, o Safari para fazer o rendering das páginas.
Em termos de funcionalidades, nota-se que a maioria das mesmas foi copiada de outros browsers como o Internet Explorer 8 (O link principal da página sobressai na barra de endereços), do Safari (As animações das tabs, criar uma janela nova arrastando uma tab para fora da barra, a criação de webapps) e do Firefox (quase tudo o resto!).


A Polémica

Logo após o lançamento, surgiu uma Polémica, um dos parágrafos da EULA (vulgo licença), continha o seguinte parágrafo:
"By submitting, posting or displaying the content you give Google a perpetual, irrevocable, worldwide, royalty-free, and non-exclusive license to reproduce, adapt, modify, translate, publish, publicly perform, publicly display and distribute any content which you submit, post or display on or through, the services. This license is for the sole purpose of enabling Google to display, distribute and promote the services and may be revoked for certain services as defined in the additional terms of those services." .

Felizmente, a Google afirmou que este parágrafo foi introduzido por lapso, pois esta empresa tem o costume de usar as EULAS de uns produtos noutros, e não tinha reparado.

O Impacto
Após ter sido lançado, este browser conseguiu rapidamente atingir uma quota de mercado de quase 3% (2.846%), o que corresponde aproximadamente ao dobro do Market Share do Opera (1.617%) e a metade do Safari (3.474%), um valor excelente para começar!

Na minha opinião, este grande impacto, deve-se ao facto de o Google publicitar este browser na página inicial do motor de busca, aquela que nós vamos todos os dias.

No entanto, recentemente a adopção deste browser começou a abrandar.
O Desempenho
A Google decidiu implementar uma nova política relativamente aos processos do browser, cada tab aberta cria um novo processo, isto tem as suas vantagens, pois cada vez que uma tab é fechada, o espaço da memória ocupado pela mesma é limpo, e como cada tab é independente das outras, caso uma bloqueie as outras não vão atrás.
No entanto, pelo menos até agora, não foram verificados ganhos relevantes no desempenho com esta técnica.
Testes Acid
A rendering engine usada pelo Chrome, Webkit, foi a primeira a atingir a marca de 100, neste teste, que comprova a capacidade de um browser de cumprir os standards actuais, ou seja muito em breve, este browser vai ser juntamente com o Safari, um dos melhores a cumprir standards, a mais próxima é a Presto utilizada pelo Opera, que atingiu a marca de 99/100.
Na actual versão, a marca atingida pelo Chrome é muito instável, mas ronda os 70 – 80, o que é bastante bom comparado com alguns dos seus concorrentes como o Internet Explorer 7 que atingiu a marca de 14/100, mas esta comparação pode ser algo injusta, pois este browser da Microsoft nem sequer conseguiu passar no Acid 2!

Conclusão Final


Este browser é bastante novo, e consequentemente, possui bastantes bugs, num dos meus computadores, ele apresenta bastante instabilidade, e quando abro uma nova tab, nota-se um slowdown, por vezes bastante grande.

Por isso, aconselho a esperar que seja lançada uma versão mais estável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:20

Ontem, quando fui ao site da Bit Defender, verifiquei que a nova versão (2009), já tinha sido lançada, e por isso fiz o download da mesma.

Qual não é o meu espanto, quando verifico que o anti-virus crashou imediatamente a seguir à instalação, talvez tenha sido de ser demasiado recente, ou então um errozito durante a instalação. Fiz Reboot.

Quando o computador voltou a iniciar, notei grande lentidão no arranque, o que antes era praticamente instantâneo, agora é uma eternidade até que o anti-vírus se inicie (não só no primeiro arranque após a instalação como nos seguintes), quando o antivirus foi supostamente actualizar, recebi uma mensagem do windows security center dizendo que o anti-vírus estava desligado, abri-o e confirmei "The Services have been shut down temporarilet to install a update", adicionou uma nova de ferramentas ao meu browser denominada por "Bit Defender Anti-Phishing" que nem sequer funciona, e para além desse problema, diz-me que existem issues por causa dessa barra, e manda-me repará-los. Sem Palavras.

Quanto à interface, está muito boa, dividida em duas partes, uma básica e outra avançada, não gostei da parte básica, mas achei a parte avançada satisfatória.

Outra das funcionalidades deste Anti-Vírus é o gamer mode que foi melhorado, agora é possível adicionar jogos a uma listagem, e assim quando abrir um jogo que esteja na lista o BitDefender irá automaticamente activar este modo, uma funcionalidade muito boa, o único problema, é o facto de cada vez que fechar uma aplicação que tenha estado em full screen, este perguntar se quer adicionar a aplicação a essa lista de jogos para o Gamer Mode.

A parte boa:

-Interface já não é copiada do Norton

-Gamer Mode

-Preço

A parte má:

-Lentidão no arranque;

-A barra de ferramentas que é adicionada aos browsers, no meu caso uso-a no firefox e nem sequer funciona;

-A mensagem de que existem "issues", por causa dessa barra no antivirus;

-Precisa de muitos melhoramentos;

Classificação Final: 4/20

O Bit Defender caíu de um precipicio enorme, a versão 10 passava um pouco além do razoável, a 2008, apesar de cada vez que mexer na sua interface, fazer-me lembrar o Norton 360, era um excelente anti-vírus, a 2009, sem comentários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:45


Mais sobre mim


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D